Do que eu falo quando eu falo de corrida

Publicado  domingo, 7 de abril de 2013

Nunca li nenhum livro de Haruki Murakami, que parece ser o escritor do momento segundo as vitrines, fotos no facebook e o Datacronista (confiável instituto de pesquisas de achômetro). Uma amiga me indicou o trabalho pelo fato de estar escrevendo meu primeiro romance (você achou mesmo que os poucos posts eram à toa?) e esbarrando nas dificuldades usuais de qualquer escritor iniciante.

Do que eu falo quando eu falo de corrida conta a trajetória do escritor japonês enquanto autor e corredor. Murakami disserta sobre como o fato de ser um corredor de longas distâncias influiu em seus romances e em sua vida pessoal em crônicas muito bem escritas, goste você de boas corridas ou boa literatura. É mais ou menos o que tento fazer nos posts desta categoria, com muito menos propriedade, é claro.

Mesmo sendo um relato muito pessoal é difícil não gostar da forma simples como o corredor/escritor encontrou seu caminho pessoal. De um dono de um pub no Japão até um atleta regular e um corredor de sucesso, Murakami tenta com seu Do que eu falo quando eu falo de corrida deixar seu legado de lições de auto-aceitação para cada um encontrar a melhor forma de viver, correr ou escrever. Dizem que conselhos de um escritor é inútil para outro, já que este é um caminho solitário. O livro é uma maravilhosa evidência contrária à este pensamento.

1 comentários: