Quais reforços você contrataria para 2013?

Publicado  sábado, 29 de dezembro de 2012

2012 não acabou, mas 2013 é logo ali. Executivos e dirigentes já se movimentam para manter ou buscar o topo com a contratação de reforços. Não sou empresário e nem profissional do mundo da bola, mas vou dar meus pitacos de boas opções para cada posição. Não me preocupei com custos financeiros, mas evitei sonhos irreais como Cristiano Ronaldo, Messi ou Neymar, por exemplo.

Então vamos à lista:

Técnico: Mano Menezes não foi bem na seleção, mas seu histórico em clubes é de técnico de ponta. Tite merece todos os méritos pelo momento corintiano, mas me pergunto o quanto o dedo do seu compatriota gaúcho não o ajudou. Seria o grande nome para qualquer clube que precise de um comandante.

Goleiro: Hélton há anos no Porto, parece ser um típico caso de jogador que pode estar com saudades do Brasil. Ele jamais fez o tipo saudosista e nem o Vasco, com quem tem ligações mais fortes, ensaia esse retorno. Mas eu arriscaria...

Lateral-direito: Fágner atravessa seu melhor momento no Wolfsburg, mas já esteve perto de ser encostado. Vale olhar com carinho para ele assim como o ótimo Mariano (ex-Fluminense). Em tempo: nenhum dos dois demonstrou uma vontade firme em retornar, mas a carência na posição pode mudar isso. Outras opções são Cicinho (Sevilla) ou o "genérico": seu xará da Ponte Preta.

Zagueiros: Anderson Martins é muito subestimado por ter jogado ao lado do mito Dedé, mas é ótimo zagueiro e já deu indicações firmes de que deseja voltar para o futebol brasileiro. Da mesma forma, o uruguaio Lugano não está feliz na Europa e não deve voltar às raízes no Morumbi, já que o SPFC contratou Lucio.

Lateral-esquerdo: O Fluminense já está de olho em Reinaldo, do Sport. Talvez uma das poucas opções para jogar de forma defensiva e ofensiva. Times que gostam de liberar os laterais como alas podem investir em Julio César (Grêmio) ou em Magal (Flamengo), jogadores com bom potencial ofensivo mas péssimos na marcação. Douglas Santos (Náutico) é outra boa aposta após o melhor ano da sua vida.

Volantes: Com as saídas no elenco vascaíno o volante Wendell pode ser uma boa escolha assim como seu companheiro Nílton. Bolatti, Diguinho e Correa, em baixa no Internacional, Fluminense e Palmeiras, são outros nomes para a posição. O incansável Willians, eterno líder em roubadas de bola quando atuava por aqui, já dá indícios que não fica na Udinese.

Meias: Gosto muito de Diego (Wolfsburg), que esteve perto de voltar ao Brasil este ano. Vander (Bahia) teve muito azar nos últimos anos, mas me parece um caso de jogador prestes a explodir. O mercado sul-americano sempre tem bons nomes na posição, ao contrário do futebol brasileiro como Lorenzetti (LaU). Cleiton Xavier (ex-Palmeiras), Giuliano (ex-Internacional) e Alex (ex-Corinthians) são jogadores "sumidos" que certamente gostariam de voltar. E o ex-corintiano e "chuta-chuta" Bruno César já deixou esse desejo bem evidente.

Só não deem mais chances para mascarados como Morais e Valdívia em 2013. O argentino Bottinelli pode ser contratado por qualquer clube pelos valores dos seus salários.

Atacantes: Vargas (Nápoli) e Carlos Eduardo (Rubin Kazan) já andam cotados para voltar ao Brasil assim como dizem que Dagoberto não fica em Porto Alegre no próximo ano. Thiago Ribeiro (Cagliari), Araújo (Náutico) e Maikon Leite (Palmeiras) são outros exemplos de jogadores rápidos que atuam mais pelos lados. Para a posição de goleador sempre gostei muito dos jovens Kieza (Náutico) e Willian José (SPFC), mas é Alan Kardec (Benfica) que considero o melhor nome disponível e quer retornar ao futebol brasileiro.

A lista será atualizada até os primeiros dias de janeiro. Listem nos comentários as suas sugestões por posição e vamos discutindo. E um feliz 2013 para todos. :)

8 comentários: