Faça um favor para Suzy Hamilton

Publicado  sexta-feira, 21 de dezembro de 2012


Três Olimpíadas (1992, 1996 e 2000) em que defendeu os EUA, maior potência olímpica, nas provas de média distância do atletismo não bastaram para Suzy Hamilton - a atleta tem "Favor" como sobrenome mais iemdiato. Ontem, a ex-atleta revelou que vinha se prostituindo.

Cobrando até pouco tempo um cachê de 600 dólares, a velocista evita se identificar como vítima e explica, de forma vaga, o porquê de entrar nessa vida difícil. "Me senti atraída pela prostituição especialmente porque me dava mecanismos de sobrevivência quando eu vivia momentos muito difíceis na minha vida e no meu casamento", revelou.

Estamos falando de um país organizado, que não costuma esquecer seus ídolos e com várias oportunidades de emprego no mundo dos esportes. Ainda assim, Suzy não foi capaz de refazer sua vida após sua primeira morte. Agora, imagine quantas histórias iguais ou piores não existem no  Brasil?

Que o COB faça um favor para cada Suzy Hamilton: ajude o esporte a se desenvolver e massificar. E traga dignidade por quem suou a camisa pelo País.

1 comentários: