Porque o Botafogo deve ter Oswaldo em 2013

Publicado  domingo, 11 de novembro de 2012

Refém de velhas apostas, o Botafogo viveu em 2012 não um apocalipse particular, mas um ano de transição. O trabalho de Oswaldo Oliveira foi bom, mas cometeu o pecado de não conquistar títulos que o alvinegro não vê desde o distante 1995. Parte do jejum vem da falta de continuidade em anos de trabalho.

Apesar disso, a Estrela Solitária pode começar 2013 com opções fortes como Lodeiro, Seedorf, Andrezinho e Fellype Gabriel. São três jogadores capazes de manter o nível em duas posições e um capaz de desequilibrar. Ainda existe o jovem Cidinho que pode assumir o lugar do irregular Vitor Junior, mais um da escola Jóbson de evolução no futebol.

Defesa e ataque eram individualmente fracos no alvinegro desde o início do ano. As revelações Dória e Bruno Mendes já se tornaram referências e mantidas no elenco tornam o Botafogo um time para fazer frente ao Fluminense, cada vez mais campeão brasileiro, em 2013. Manter Oswaldo é a garantia de um técnico que conheça melhor o elenco e mantenha o critério que acertou com esses jogadores - e que errou com o crucificado Rafael Marques - e manter a evolução.

É chato ver os alvinegros esperarem mais um ano. Mas tudo aponta para mais felicidade em 2013. Na era dos pontos corridos, adeptos do longo prazo sempre vencem os impacientes.

5 comentários: