O Ocaso de Diogo

Publicado  segunda-feira, 29 de outubro de 2012


Destaque na série B de 2007, o meia-atacante Diogo rapidamente foi adiantado para o ataque onde seguiu se destacando pela Portuguesa. No brasileiro do ano seguinte, um drible inesquecível no zagueiro Fábio Luciano e muitos gols sacreamentaram sua saída para o Olympiacos. Desde então, o jogador, favorito na lista de reforços de qualquer time paulista quando estava no auge, desapareceu.

Inacreditáveis quatro anos depois de surgir no Brasil, o atacante agora é afastado do elenco grego por "falta de vontade". Tendo confirmado a aposta de nove milhões de euros (a maior transferência do clube brasileiro) apenas no primeiro ano, ele chegou a retornar para o Brasil para uma promissora dupla com Deivid no Flamengo. Os dois decepcionaram, mas suas atuações pífias no Santos comprovam que o problema não foi exatamente o clube ou o parceiro (vice-artilheiro do rubro-negro em 2011 e se destacando agora no Coritiba).

Diogo corre o risco de ser mais um Rodrigo Fabri na história da Lusa ao invés de um novo Zé Roberto. Com a idade onde deveria estar no auge, parece acomodado pelo alto salário e desmotivado com os desafios da bola. Faz a gente pensar onde estamos errando com tantos jogadores bons que simplesmente não conseguem confirmar o que esperávamos por um sentimento de prostração incompatível com sua juventude. O tempo punirá.

0 comentários: