O silêncio ao redor de Fernandão

Publicado  domingo, 23 de setembro de 2012

Não foi a vitória incontestável contra o fraco Bahia ou o imbróglio envolvendo o meia Jajá que me chama a atenção. Também não foi a lembrança da revolta do técnico colorado ou sua responsabilidade na zona de conforto de alguns jogadores do Internacional que acredito que valha alguma reflexão.

É o silêncio dos dirigentes do clube após as críticas de Fernandão a um elenco que há anos começa o Brasileiro como favorito e sempre acaba se contentando em ser coadjuvante. É o presidente Giovanni Luigi não falar absolutamente nada, o vice de futebol, Luciano Davi, não ter considerações sobre as críticas e nenhum deles apoiar publicamente o comandante e ídolo colorado.

Porque se hoje o técnico venceu após as críticas é ilusão pensar que boleiros vão esquecer quem os tirou da zona de conforto. E se ninguém apóia quem reclama, difícil crer que os incomodados vão mudar para sempre.

1 comentários: