E Rodrigo Caetano fez - e faz - falta...

Publicado  segunda-feira, 10 de setembro de 2012

No ano passado este blogueiro escreveu:

Todo mundo que subestima o trabalho do Rodrigo Caetano vai ter a chance de assumir seu erro em 2012 com o ano que o Vasco fará. Ao invés de se manterem no topo, há grandes chances que terão um ano oscilante igual a 2010 - quando perderam o técnico Dorival Junior.
É possível que o Vasco se mantenha no G4 e até mesmo faça uma improvável arrancada ao título após a saída de Cristóvão Borges. Mas a oscilação não é mais discutível. O mesmo time que chegou à final da Taça Guanabara invicto, fracassou para o Fluminense. E mesmo quando o elenco demonstrou maturidade e capacidade de reação, já demonstrava que não teria a mesma capacidade sem o planejamento adequado.

Ao Gigante da Colina o sentimento deve ser de recomeço ao invés de evolução. O Vasco desperdiçou 2012 ao não contratar um profissional do mesmo nível que Rodrigo Caetano e perder jogadores sem repor adequadamento. O que lhe cabe agora é trabalhar um bom elenco para que jogue no seu limite e tente uma, cada vez mais difícil, classificação à Libertadores. E contratar um diretor-executivo que organize a casa.

0 comentários: