2012 já é um ano perdido para Neymar

Publicado  terça-feira, 18 de setembro de 2012


Desde que surgiu no futebol profissional em 2009, a ascensão da maior jóia do futebol brasileiro é contínua. Discreto no primeiro ano, decisivo no segundo e consagrado no terceiro em 2011. Em janeiro, parecia que nada deteria o camisa 11 e no início do ano ele tinha muito mais a mostrar em 2012. Infelizmente, em setembro já é claro que a expectativa não se confirmou.

Neymar virou o vilão não só da eliminação do Santos na Libertadores, mas também da decepcionante medalha de prata em Londres. Foi a maior jóia de um time que não alcançou mais do que um Estadual e coleciona campanhas fracas nas duas competições mais importantes do ano, com chance forte de rebaixamento no horizonte. Virou refém dos erros de planejamento santista.

Em 2012, o jovem craque deu mais argumentos a quem defende sua saída do Brasil. Demonstrou estagnação, ainda que seja a maior referência técnica de sua geração. Já houve jogos em que Lucas e Oscar apareceram mais, indicando que a distância que ele havia aberto vem caindo. Ao mesmo tempo, o Santos dá sinais de que dificilmente montará um time muito mais forte em 2013 do que o que começou o ano. Mais um ano sem evolução pode custar caro ao moicano, ao Peixe e ao Brasil.

0 comentários: