Porque estou com Wallim

Publicado  segunda-feira, 27 de agosto de 2012

No Brasil ainda não é comum (só lembro do Estadão fazer o mesmo), mas em outros países é bem  comum que um veículo de imprensa anuncie seu apoio a um candidato durante as eleições. Não tira de ninguém o dever com a verdade e o compromisso com o leitor, mas é transparente e melhora o julgamento do conteúdo. É o que quero com este post.

Me associei ao Clube de Regatas do Flamengo em 2009, insatisfeito com os erros de uma das melhores gestões que o clube teve em sua história recente. Temia, mas não acreditava que a então candidata Patrícia Amorim pudesse se eleger. Quando isso ocorreu previ que tempos difíceis viriam. Não fazia parte de nenhuma chapa ou grupo político e muitos disseram que eu exagerava, que era preciso dar tempo a presidente. Com a vinda de Zico cheguei a pensar nisso, mas não deu

E agora, surge uma candidatura apoiada pelo ídolo-mor do clube.

Conheci Wallim Vasconcellos há alguns meses. Além de contar com o apoio de Arthur Antunes de Coimbra, conta com executivos de renome e sucesso em sua chapa. Qualquer um deles em qualquer chapa seria um grande sinal para o clube.

Todos eles juntos é o grupo que qualquer rubro-negro sempre sonhou. Eu inclusive. Estive em conversas com todos e me envolvi com a campanha por essa afinidade. Queremos um Flamengo profissional, que respeite os seus funcionários e seja respeitado. Um clube que não seja apenas campeão, mas nos dê orgulho todos os dias do ano ao invés de toda semana ser sinônimo de salários atrasados, contratos rompidos, baderna, atrasos em treinamentos e afins.

Não será com Patrícia Amorim que veremos isso.

E se precisamos de uma oposição unida e olhando o futuro do clube, Wallim já avançou mais nisso do que outros candidatos  - comentei meses atrás que Ronaldo Gomlevisky, então o candidato com quem mais simpatizava, falhava nisso. Os ex-presidentes Márcio Braga e Kléber Leite já anunciaram seu apoio, sem nenhuma troca de cargos negociada abertamente.

Em apenas alguns dias de campanha, a união da oposição em torno de Wallim já é mais fácil do que com todos os outros candidatos. As aspirações e sonhos da Nação rubro-negra também. Temos os melhores profissionais do mercado e o apoio de Zico, que costuma se distanciar da política do clube. O que mais um flamenguista pode pedir?

É por isso que estou com Wallim Vasconcellos e estarei no Cine Leblon nesta terça-feira, às 19h, para apoiá-lo e trabalhar por sua eleição. Peço a cada um que lê este blog, confia em mim e torce pelo Flamengo que faça o mesmo.

10 comentários: