O Fluminense minimalista

Publicado  sábado, 18 de agosto de 2012


Com ou sem desfalques, jogando ou não bem, fazendo muitos ou poucos gols... Está lá o Fluminense sempre brigando na ponta. O 4-1-4-1 de Abel Braga segue sem empolgar (exceto quando as vitórias são aos 40 do segundo tempo), mas pra lá de competitivo e sem deixar os torcedores do (empolgante) Galo se animarem demais. O time de guerreiros vem aí.

Não tem surpresa. Pelo menos não para quem apostava no tricolor desde o início do ano apesar das oscilações. O Fla-Flu vencido no primeiro turno do brasileiro foi a deixa para uma equipe que pode não jogar tudo o que seus nomes indicam, mas sempre dá seu jeito para resolver os jogos.

Aliando um esquema pragmático e jogadores individualmente capaz de desequilibrar, o tricolor carioca ainda não ganhou a crítica esportiva. Normal diante de um líder tão avassalador quanto o Atlético-MG. Mas escrevam: se precisar fazer mais para ganhar, o Fluminense fará. É difícil ver um time com mais cara de campeão de pontos corridos como esse.

0 comentários: