Não vi Pelé, mas vi Phelps

Publicado  quarta-feira, 1 de agosto de 2012


O motivo mais relevante de me alegrar em ter visto Michael Phelps se tornar o maior medalhista de todos os tempos não é apenas pelo seu desempenho fantástico nas piscinas. É porque acho quase impossível assistir o nadador que irá superá-lo.

O norte-americano não tem a aura de um Alexander Popov, mas superou abissalmente outro mito, o australiano Ian Thorpe. Mais do que reescrever a história, Phelps já pôs um enorme capítulo com o seu nome onde qualquer citação ao polêmico caso da maconha, será banal diante do que ele conquistou, tão próximo de se aposentar.

0 comentários: