Sarah Menezes e a lição do judô

Publicado  domingo, 29 de julho de 2012


Sempre está lá. Quantas alegrias o judô já nos deu? A cada quatro anos, ganhamos algum ídolo graças aos nossos medalhistas em um país que ainda não trata o esporte como deveria. Estamos evoluindo a olhos vistos e chegamos com uma das equipes mais preparadas para o esporte. Quem acompanha diz também que é das mais focadas e psicologicamente preparadas para os Jogos, algo fundamental em Olimpíadas.

E se a ala feminina crescer  na modalidade, a chance de evoluirmos de forte para potência no esporte é real. A vitória de Sarah Menezes, a primeira de uma mulher no judô, é a chance de começarmos a cobrar isso. O Judô é um dos poucos esportes olímpicos que tem forte penetração em diferentes camadas e regiões do Brasil, graças a poucas ações públicas, ONGs e escolas que oferecem o esporte.

São quatro anos até 2016. É possível preparar melhor os atletas que estão se formando e projetar algo ainda maior ainda em 2020. Que Sarah Menezes seja um marco disso e que todos nós agradeçamos à ela e ao judô por tantas alegrias.

0 comentários: