O que quer o Flamengo em 2012?

Publicado  terça-feira, 10 de julho de 2012


O rubro-negro diz que quer o título ou uma boa campanha no Brasileiro, mas tem o elenco mais fraco entre os doze grandes do Brasileiro. A diretoria afirma que pensa em promover os jovens valores da base, mas contrata jogadores medianos de times que sequer jogam a série A do brasileiro (Jorge Luís, Hernande e Arthur Sanches) e que tiram espaço da garotada. Falam que mantém os salários em dia, mas devem direitos de imagem de forma até embaraçosa para jogadores como Deivid.

Por fim, o Flamengo insiste em dizer que o técnico é Joel (que jamais venceu um brasileiro começando uma campanha e sequer tem no currículo o mérito de lançar jovens talentos), mas conversa quase abertamente com outros. Quanto cinismo. É também o clube que sondou Conca, negocia com Diego, mas pede para Riquelme esperar.

O que quer mais querido do Brasil este ano? Afinal de contas, com tantas vontades e contradições seus dirigentes não parecem que querem atender aos interesses do clube. Mas que simplesmente atendem a interesses.

O futebol as vezes perdoa a hesitação, mas raramente deixa passar a indecisão sem castigar. Cabe aos comandantes da nau rubro-negra decidirem se querem fazer algo neste campeonato - quando reforços e um novo técnico são indispensáveis - , se querem preparar jovens para o próximo ano - quando um novo "professor" acostumado a lidar com garotos deve começar a comandar os treinamentos - ou se querem simplesmente economizar dinheiro para investir em vestiários e parquinhos.

Ou então, esse bote cada vez mais furado chamado Flamengo vai afundar sem dó nesse final de ano. É isso que desejam?

4 comentários: