Estilo espanhol é vencedor e leva mais uma!

Publicado  domingo, 1 de julho de 2012

Não é uma crítica falar do parnasianismo espanhol. O estilo literário da Fúria no futebol é eficiente e nada medíocre, como escreveu bem Otávio Maia no blog Esporte fino, antes do jogo. Mais do que isso, a Espanha fez uma Eurocopa apenas regular, mas soube encarar a final como a grande chance de demonstrar porque é a melhor seleção do mundo.

Pela primeira vez um país domina a Eurocopa por duas edições consecutivas e a equipe de Xavi, Iniesta & cia. faz isso com a conquista de uma Copa do Mundo no meio. E ninguém pode negar o favoritismo espanhol para 2014. Isso ainda é pouco diante do que o bicampeonato europeu significa não só para uma geração, mas para um país.

Daqui para frente, a Espanha entra para o seleto grupos de camisas a serem respeitadas. Se até 2008, era vista como um time sem poder de decisão daqui para frente será sempre vista como uma supercampeã. Qualquer um pode fazer dezenas de análises táticas ou individuais da supremacia espanhola, mas ninguém pode negar mais sua força. Derrotando a Itália, campeã em desbancar favoritos, a Espanha se firma pelo que seus títulos já demonstravam: uma seleção que não só encanta, mas é vencedora.

0 comentários: