Pirlo, Balotelli e mística ampliam limites da Azurra!

Publicado  quinta-feira, 28 de junho de 2012


O técnico Joachim Löw treinou uma das mais competitivas seleções da Eurocopa e a favorita para este blogueiro, mas não deu. A Alemanha jogou a sua pior partida ou enfrentou uma seleção melhor? O tempo vai dizer, mas este cronista não acredita em coincidências e vê a equipe germânica mais fraca em momentos decisivos como na Copa do Mundo e nesta competição. Sinal de imaturidade.

Fato é que com um Balotelli disposto a aproveitar sua chance e seu ponto de virada e com um jogador como Pirlo, a caminho de ser o melhor da Eurocopa, a Itália é capaz de se nivelar a qualquer time superior. Fez isso com a Alemanha, com sua melhor geração em anos, e foi a seleção que mais criou dificuldades para a Espanha.

Mais do que isso: a equipe de Cesare Prandelli demonstra clara evolução do jeito italiano de jogar. Mantém a marcação típica da Azurra e sabe dominar, atacar e se impor. Diante de uma Fúria estagnada, é a Itália que pode consolidar sua evolução com um título não apenas por um bom atacante e um excepcional volante, mas também pela misteriosa mística azul. Capaz de desbancar qualquer favorito e ganhar qualquer taça.

0 comentários: