Corinthians obtém empate heróico, mas um resultado mediano

Publicado  quinta-feira, 28 de junho de 2012





O Timão tem feito tudo certo para conquistar sua primeira libertadores e essa noite voltou a apresentar várias virtudes de um campeão continental. No primeiro tempo, foi frio e segurou o lendário Boca Juniors. Porém, no segundo tempo sentiu a ausência do atacante Jorge Henrique, misto de ponta e volante, e passou a se contentar com um empate. Errado.

Por incrível que pareça, hoje era o melhor dia para o Corinthians conseguir um resultado para garantir o título. Time copeiro, o Boca costuma conseguir fora de casa o que não faz dentro. Não tem medo e é imprevisível, por isso a melhor forma de vencê-lo é agir do mesmo jeito. O alvinegro não teve medo, mas não foi imprevisível. Agiu como um típico time que busca o empate fora de casa, ao contrário do que fez no primeiro jogo contra o Santos.

Cabe à torcida corintiana e à equipe de Tite manter a invencibilidade e a média de gols no Pacaembu. A final está aberta, mas é bom não esquecer que é o mortal, inclusive fora de casa, Boca do outro lado.

Vale lembrar que as entrevistas dos jogadores fora de campo são condizentes com esse espírito. Nem mesmo Romarinho, a estrela da noite, parecia excessivamente empolgado. Todos serenos e cientes que ainda não venceram nada. O Corinthians está no caminho certo se entende que esse empate ainda não é bom.

0 comentários: