Falta de ações e decisões: Patrícia repete descaso com o futebol

Publicado  quarta-feira, 2 de maio de 2012

É difícil falar do Flamengo nos dias de hoje. O blogueiro tenta buscar algo que anime a torcida, mas não é o meu papel mentir ou camuflar os fatos. E, infelizmente, as ações do clube dez dias após a eliminação para o Vasco, confirmam a falta de importância que a gestão Patrícia dá para o futebol. Se 2012 tem sido um ano frustrante, a diretoria não tem demonstrado vontade de mudar esse panorama.

Dez dias depois de terminar seu semestre, o Flamengo não tem um diretor-executivo porque a diretoria-da-semana-que-vem adiou o anúncio para esta quarta-feira. Enquanto isso, o técnico Joel Santana não vai ao campo e os jogadores precisam enviar SMS para Patrícia na esperança de resolver problemas. E onde estão os dirigentes?

O vice de futebol PC Coutinho não aparece no clube para isso, mas desmente interesses em jogadores no seu perfil no Facebook enquanto o vice de finanças, o jurídico e outros comentam sobre as contratações. Aliás, Walter Oaquim, vice de relações externas, já confirmou a contratação de Adriano e se preocupa em responder newsletters que criticam a gestão atual. O dirigente chegou a dizer que essa semana nada ocorreu porque "o feriado atrapalhou muito" e "a diretoria precisava descansar". Não sei se cometer tantos erros cansa, mas fico sem entender porque ninguém trabalhou durante o feriadão. Eu e outros torcedores o fizemos. Ah, e pela segunda vez no ano, Michel Levy, responsável pelas finanças, gerou uma crise ao explicar o inexplicável: salários atrasados.

Sem nenhum direito de errar mais no ano e com uma única competição pela frente, o Flamengo prepara a estréia de dois reforços: os volantes Cáceres e Ibson (ainda não concretizado). Nenhum dos dois deve jogar antes da saída de seus times da Libertadores. Estrearão no meio do primeiro turno do brasileiro e sabe-se lá com quem condicionamento físico. E la nave va... À deriva, sem que essa gestão demonstre o menor carinho, respeito e dedicação pelo carro-chefe do clube. É lamentável.

0 comentários: