Virada vascaína demonstra maturidade

Publicado  domingo, 22 de abril de 2012

Em algum momento daquele absurdo péssimo início de ano em 2011, algo mudou no Vasco. Não dá para negar os efeitos que a saída de PC Gusmão e Carlos Alberto tiveram, mas principalmente, a guinada vascaína de um time eternamente abatido para outro incansavelmente disposto a dar trabalho em campo.

No clássico contra o Flamengo, o Vasco demonstrou que não é apenas um time com personalidade e aplicação. O rival tinha qualidade, personalidade e entrou tão motivado quanto o Gigante da Colina. E o que sobrou? Superioridade tática onde Cristóvão Borges, que vem crescendo como técnico, pôs em campo um time com muito mais consciência do que deveria fazer.

Há oscilações no Vasco pelo velho amadorismo do clube. Mas mesmo assim, já fazia tempo que o vascaíno não se sentia tão orgulhoso de seu time. O Vasco, finalista da Taça Guanabara, chega à final da Taça Rio com méritos incontestáveis.

0 comentários: