Sem jornalismo, Arena SporTV lança candidatura de reeleição de Patrícia Amorim

Publicado  sexta-feira, 20 de abril de 2012



Durante a semana, comentei aqui o brilhante texto de André Rizek sobre a presidente do parquinho e as críticas justas e ponderadas do jornalista e de Renato Maurício Prado no Redação SporTV. Dias depois, Patrícia Amorim citou o termo "presidente do parquinho" cinco vezes na minha contagem durante sua participação no Arena SporTV, demonstrando que a crítica lhe atingiu.

Curiosamente, o tom do programa foi totalmente avesso de um jornalismo crítico, que incomoda e que cobra. Foi na linha de dar palanque para que a presidente confirmasse pela primeira vez em três anos que é candidata à reeleeição. Até mesmo o ótimo Felipe Awi encontrou dificuldades em fugir da linha release do Arena, que não contestou nenhuma das afirmações de Patrícia. Wagner Villaron chegou a duvidar que qualquer presidente do clube não priorize o futebol, demonstrando que não tem acompanhando as notícias recentes sobre o Flamengo. O âncora chegou a perguntar "qual a situação que mais chateou a senhora" em um episódio rotineiro durante o programa: levantar para a ex-nadadora Patrícia cortar.

Ao final do programa, o Arena SporTV em mais um episódio digno de programa eleitoral e não de jornalismo mostrou imagens de Patrícia como atleta, já exaustivamente exibidas quando ela foi eleita presidente. Faltou talvez imagens de Patrícia como bebê, depoimentos da família ou, quem sabe, imagens dela como uma menina com a camisa do Flamengo.

Ao final, Patrícia agradeceu o espaço no programa: "muito importante falar aqui ter esse espaço pra falar porque nada do que é dito aqui é interpretado. É tudo ao vivo." Ao vivo e em cores, o Arena SporTV serviu para Patrícia se candidatar à reeleição e até mesmo confirmar que não irá chefiar a delegação olímpica (a nota oficial foi divulgada durante o programa). Só não serviu para lhe cobrar explicações.

1 comentários: