Ronaldinho: virei a casaca!

Publicado  quinta-feira, 5 de abril de 2012


 Já disse que perder o seu camisa dez seria péssimo para o Flamengo. Afinal, seria a prova de que o clube é incapaz de gerir grandes craques e ter jogadores tão midiáticos quanto sua camisa pede. Também já elogiei suas atuações no ano passado e ainda me surpreende ver gente satisfeita com os seis meses de brilho de Ronaldo pelo Corinthians dizer que Ronaldinho nunca jogou bem pelo Flamengo. Já fiquei maravilhado com seu melhor momento no clube e acreditei em sua capacidade de ainda encantar. Mas tudo isso passou.

Ronaldinho nitidamente não quer mais jogar futebol em alto nível.  E é até compreensível: ele já conquistou uma Copa do Mundo, foi melhor do mundo (por duas vezes) e encantou um dos maiores times do planeta. Ainda hoje há quem diga que Messi ainda não o superou (este blogueiro discorda). Mas os cuidados para se manter em um nível compatível com sua fama e salário exigem uma vida regrada e ambição que o camisa dez perdeu em algum lugar entre a Espanha e Milão.

Hoje, o Flamengo possui um jogador de alto nível desesperado para conquistar títulos: Vágner Love. Há jogadores experientes que também querem mais como Renato Abreu, Junior César e Deivid (não se esqueça de Alex Silva, que saiu por uma situação pra lá de mal explicada) e jovens com muito talento pela frente. Nesse cenário, um Ronaldinho desmotivado e jogando apenas uma fração do que pode atrapalha e não ajuda.

Ronaldinho deveria sair para o Oriente Médio ou futebol norte-americano, centros onde sua dedicação é compatível com o brilho que ele pode ter lá. No Brasil onde o futebol é cada vez mais competitivo seu salário milionário e sua presença atrasam o Flamengo e, pior, mancham uma história tão bonita no futebol. Se ele não acorda nem mesmo com as vaias, talvez seja mesmo a hora de sair.




3 comentários: