Busto pra Andrés Sanches é uma piada ruim

Publicado  quarta-feira, 4 de abril de 2012



Se você acha que dirigente de um clube de futebol deve fazer tudo pelo seu clube, a despeito de com quem se envolva e que código de honra possua, Andrés Sanches certamente estará entre os maiores presidentes de um clube que você pode citar. O Corinthians deve muito ao ex-presidente que ajudou a tirar o clube da série B, revolucionou o marketing da instituição, trouxe Ronaldo em uma ação da qual o Flamengo até hoje sente os efeitos e conquistou o que o torcedor realmente quer: títulos. Uma Copa do Brasil e um Brasileiro tornam qualquer gestão querida pela torcida.

Agora, mesmo com todos esses aspectos positivos dar um busto pra um dirigente desses é daquelas coisas que faz a gente pensar que a humanidade é mesmo um projeto que deu errado. Sanchez também é o cara que tornou o clube subserviente a um jogador eternamente fora de forma - e a desculpa de problemas hormonais que impediam remédios sem antidoping não sobreviveu à aposentadoria do Fenômeno - gerou um enorme prejuízo ao clube, seguiu sucateando as divisões de base e tantos outros problemas. Enfim, um dirigente talvez acima da péssima média do Brasil, mas uma piada ruim. Como tantos outros.

Homenagear um sujeito desses com um busto rebaixa moralmente o Corinthians. O clube do povo, como sua torcida gosta de chamá-lo, tem que criar estátuas para o Dr. Sócrates, Casagrande e outros heróis que foram mais do que jogadores. Foram exemplo de cada operário de São Paulo e Brasil que trabalham todos os dias, nunca roubam e zelam pelas instituições que representam ruim. São eles que devem ser eternizados pelo clube porque gente como Sanchez vem e passa. Com erros e acertos é melhor que sejam sempre esquecidos.

0 comentários: