O mundo não sabe, mas Edmundo já foi o melhor

Publicado  quarta-feira, 28 de março de 2012

Sim, a Fifa considerou Ronaldo Fenômeno o melhor em 1997, por uma temporada marcante na Inter de Milão (o craque marcou menos gols na temporada que Edmundo no campeonato brasileiro). Mas este blogueiro - assim como outros - vê Edmundo como o grande nome daquele ano. Distante do futebol europeu, mas disputando um competitivo brasileiro o atacante bateu o recorde de gols na competição e em um único jogo.

Edmundo só não fez chover pelos campos do Brasil naquele ano. Com uma força física digna de zagueiro, uma explosão típica de um atacante veloz e a habilidade de um craque. Foi o terror de zagueiros e o melhor jogador de um dos melhores times que o Brasil já viu. Não há espaço para as estatística que os escravos de resultado adoram: quem viu, viu.

Em sua despedida, o eterno ídolo do Vasco tem muito a lamentar. Se o mundo não o conhece como deveria, a culpa é exclusivamente dele. Mas a vida tem dessas coisas. Resta aos fãs do bom futebol que vivem no Brasil agradecerem por ter visto um gênio tão de perto naquele ano.



5 comentários: