Rodrigo Caetano fará falta

Publicado  sexta-feira, 16 de dezembro de 2011


Todo mundo que subestima o trabalho do Rodrigo Caetano vai ter a chance de assumir seu erro em 2012 com o ano que o Vasco fará. Ao invés de se manterem no topo, há grandes chances que terão um ano oscilante igual a 2010 - quando perderam o técnico Dorival Junior. 

Muita gente só vê os problemas do Vasco na gestão de Caetano e ignora os acertos. Em três anos ele quase fez o Vasco campeão brasileiro, estadual e da Copa do Brasil (foi o único clube que chegou com chances de título ao final das três competições, conquistando um). Com Kléber Leite, o Flamengo levou quase quatro anos para ter um brasileiro frustrante como foi em 2008 e com uma arrecadação bem maior. 

É claro, o Vasco é o Vasco. E não o Barcelona ou um gigante europeu. O projeto de Caetano tinha vários defeitos até por questões políticas. O diretor passou três anos reclamando da divisão de base que Roberto Dinamite entregou a aliados políticos. Saiu,entre outras coisas, por isso e em fóruns vascaínos ainda dizem que a culpa das divisões de base vascaínas estarem em sua pior fase em décadas é dele.

Eu aposto que em 2012 o Vasco vai piorar e muito, a não ser que o Dinamite consiga encontrar um substituto rapidamente. Em 2010 penou e só achou um técnico que emplacasse no segundo semestre. E começou este ano daquele jeito...

0 comentários: