Após derrota incontestável, Fla precisa mudar

Publicado  sexta-feira, 9 de setembro de 2011

O Flamengo tem chances matemáticas de brigar pelo título, mas sem dúvida muito atrás de outros times que não estão só a frente (como o São Paulo), mas que jogam melhor (como o Botafogo e o próprio Corinthians). Ao contrário de outros jogos não vi ninguém de sacanagem. Vi burrice (Willians cabeceando para o meio da área, Gustavo dando motivo para ganhar um gancho do STJD, por exemplo) e vi incompetência. Muita.

O rubro-negro chegou hoje ao jogo sem três titulares (Airton, Luiz Antonio e Alex Silva) e um reserva importante (Jael), mas o que tem sido mais decisivo é a má fase. Thiago Neves hoje correu, chutou duas bolas perigosas e... Só. Léo Moura enfrentou um ala que jogava de lateral, mas mal apoiou. E, por fim, Bottinelli entrou para armar e fez Ronaldinho recuar porque o argentino nada fez. Você soma e são cinco desfalques e três jogando mal. Não há time que resista. Aliás, oito jogadores dá quase um time.

Um jogador mal é má fase, dois é azar e três é muito azar. O Flamengo tem três titulares, alguns reservas jogando mal... Não existe má fase coletiva. Tem algo errado aí.

A rigor, hoje o Flamengo se defendeu bem enquanto teve Maldonado, mas nunca esteve bem no ataque. Fez o primeiro gol em falha da defesa corintiana. O chileno em campo segurou as pontas, fechou bem o meio atrapalhando e muito o meia Alex. Mas Maldonado vinha de meses sem ritmo e cansou. Entrou Muralha, totalmente perdido em campo, e que forçou Willians a recuar para a posição de primeiro volante. Tendo que se posicionar ao invés de correr, o pitbull se perde. Corre sem direção, toca para qualquer lugar.

Com a saída de Maldonado, Fla parou de defender bem e a virada era inevitável. Erros de Luxemburgo? Era melhor recuar Ronaldinho e colocar Negueba no lugar de Thiago Neves. Fierro entrou porque não havia volantes e pelo que entendi W8 estava machucado. Não havia muitas opções. O técnico deve ser cobrado, mas a culpa não é só dele e tem muitos jogadores devendo.

O que fica é isso: se os que jogam mal, fizessem o que deveriam, Fla não teria perdido hoje. Pior é ver que Luxemburgo tem poucas opções para mexer. Galhardo é imaturo e era terceira opção como lateral na sub-20, Bottinelli nunca se firmou e Negueba voltou mal da seleção.

Talvez o que reste ao Fla seja apenas buscar a libertadores. Menos pelo trabalho do técnico e mais pela irregularidade de alguns jogadores.

******

Mais do que a derrota, preocupa o discurso pessimista dos jogadores. Matematicamente, o título é totalmente possível. Em 2009, por exemplo, Fla tinha 30 pontos. Hoje, tem 36.

Não dá para entender tantos jogadores já falando em libertadores. Domingo tem outra decisão.

*****

Embora Luxemburgo não seja o maior culpado, não há como negar: Tite foi superior esta noite. Seu time sempre atacou mais e foi mais consistente, equilibrando defesa e ataque de uma forma surpreendente quase em todos os 90 minutos.

É muito injusto cogitarem sua demissão e não lhe elogiarem. O Corinthians venceu porque foi taticamente muito superior e impediu que a superioridade técnica de Thiago Neves e Ronaldinho aparecesse. Méritos do comandante gaúcho, cada vez mais favorito ao título brasileiro.

0 comentários: