Quem é rei nunca perde a majestade!

Publicado  quinta-feira, 28 de julho de 2011


Nunca duvidei do potencial do moleque Neymar, cria atrevida e habilidosa da Vila Belmiro. A Vila, cenário e casa de tantos craques e do maior dele. Este celeiro que já aplaudiu Pelé, já se impressionou com Robinho e louva Neymar, hoje se rende ao último romântico do futebol. É Ronaldinho quem atrai os holofotes belmirianos, é quem dá a bola é o coroado da noite.

Só há um rei no futebol. E ele é eterno como a camisa de grandes clubes. Mas seu reino é caridoso o bastante para reconhecer entre súditos dezenas de reis por algumas noites. A dez do Flamengo já viu Arthur Antunes Coimbra, Dejan Petkovic e Adriano Imperador. A dez do Flamengo é de vez de Ronaldo, Ronaldinho Carioca, dentuço, ora bolas, Ronaldinho Gaúcho, sua majestade.

Ainda haverá a era de Neymar e de outros. Veremos seus dribles e comemoraremos suas jogadas pelo Brasil. Mas ainda vivemos outro momento. Tal qual um Rocky Balboa obcecado a atuação de Ronaldinho Gaúcho no épico Flamengo 5 X Santos 4 é muito mais do que um jogo bom. É um grito de um rei que se recusa a abandonar sua coroa, o canto de uma geração que ainda não quer se despedir. É um lembrete. Nunca duvidem de mim. Nunca duvidem de seu rei. Deus salve o rei. E muito obrigado por esta noite.

3 comentários: