Guardiola deveria dar cursos no Brasil

Publicado  sábado, 28 de maio de 2011


O clichê você já conhece. Ao invés de aperfeiçoarmos as características do nosso futebol resolvemos copiar o que de pior havia na Europa. E vida que segue.

O técnico louvado aqui é Muricy Ramalho. O cara que fez o Santástico virar um time de pegada, foi tricampeão brasileiro com a melhor infraestrutura do País, mas recebeu todos os méritos e por aí vai. Já perdi a conta da quantidade de comentaristas ou jornalistas que defende o trabalho de A ou B com o argumento de que "o que vale é o resultado". Celso Roth e Paolo Rossi não falariam melhor.

É por isso que ver o Barcelona ser campeão da Champions League é tão importante. O título de 2011 é o argumento supremo: resultado e futebol, este o mais importante. Pena que isso tenha sido deixado de lado. Cada vez mais a gente vê a dividida ganhando do drible. O torcedor quer mais a vitória do que o futebol. É só isso mesmo que queremos?

Pepe Guardiola poderia dar palestras no Brasil. Não só para técnicos, mas também para nossas redações esportivas. Tem gente que precisa entender que o futebol é mais do que o placar.

2 comentários: