O mundo aos pés de Messi

Publicado  segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Diego Maradona certamente gostaria de ter feito um grande trabalho na Copa do Mundo, mas não foi o caso. Com uma estrutura tática suicida e bagunçada tudo o que conseguiu foi ofuscar o brilho do maior jogador argentino em décadas: Lionel Messi. Hoje, "o piolho" se tornou pela segunda vez o melhor do mundo com míseros 23 anos. 23 anos! É inacreditável.

Mais surpreendente ainda é ver o jovem meia sempre motivando e jogando em altíssimo nível. Messi não parece capaz de se submeter aos caprichos da noite espanhola e se descuidar dos treinos, o que causou a saída de seu amigo Ronaldinho Gaúcho.

O argentino terá 26 anos na próxima Copa e ainda pode estar no auge de sua forma na Copa de 2018. Até lá, pode ser o melhor do mundo mais vezes e ainda conseguir acabar com o jejum de copas da Argentina. Com o talento de um semideus aliado ao comportamento de um atleta, pode ser maior do que o próprio El Pibe. Uma geração de admiradores do futebol agradecerão. Viva Messi.

3 comentários: