Expectativas para 2011: o Botafogo

Publicado  segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

2010 pode ter sido mesmo um divisor de águas para o Botafogo. Vindo de uma série de vice-campeonatos para o rival Flamengo, o alvinegro se sagrou campeão estadual ao vencer os dois turnos do carioca incontestavelmente. E no campeonato brasileiro fez uma campanha infinitamente mais digna do que na decepcionante era Bebeto de Freitas.

Para o próximo ano, Maurício Assunção cumpriu o manual de gestão esportiva: manteve a base do time que chegou ao sexto lugar no Brasileiro e reforçou. De Leandro Guerreiro para Arévalo é uma enorme subida de nível e os promissores Lucas e Márcio Azevedo prometem subir o nível dos laterais Alessandro e Marcelo Cordeiro. E ainda pode haver o bônus do bom meia Éverton.

Embora ainda ache que falte um meia mais cerebral no meio com a saída do decadente Lucio Flávio - pelas evidências ainda duvido da contratação do meia Diego do Wolfsburg - é inegável que Mattos, Arévalo, Maicosuel e Renato são uma formação superior. Joel Santana terá mais opções neste ano.

E as minhas dúvidas se resumem justamente ao natalino. Joel tem pouquíssimas exceções de clubes onde conseguiu completar um ano nos clubes onde passou. Em 2010 conseguiu uma delas. Para 2011, precisará fazer mais do que o costume para repetir o feito. Com ou sem ele, acho que o Botafogo pode repetir o ano que se passou e disputar todas as taças que tiver chances.

2 comentários: