O que o Vasco quer de 2011?

Publicado  quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Ao final de um rebaixamento cuidadosamente engendrado por Eurico Miranda, Roberto Dinamite começou a preparar um 2009 melhor para o Vasco. Contratou o promissor Dorival Junior e o inteligente Rodrigo Caetano e aposentou de vez 2008 ao descartar uma extensão do contrato de Edmundo.

Aos poucos, Dinamite vem minando aqueles acertos. Deixou Dorival sair para que o técnico fosse o maior vencedor do primeiro semestre e agora pode perder seu gerente de futebol. Caetano é disputado por Grêmio e Fluminense e sempre emplaca trabalhos com resultados duradouros. Infelizmente, não pode resolver tudo sozinho. Mesmo PC Gusmão, o melhor técnico do clube este ano, não parece próximo de permanecer.

Dinamite parece cair no engodo do dirigente centralizador. Apaixonado por sua própria figura como cartola, talvez acredite que seja capaz de manter os avanços da Cruz de Malta sozinho. Nem mesmo o maior artilheiro de campeonatos brasileiros é maior do que a instituição. Ou do que seu futuro.

Update: Vejam vocês, Dinamite parece ter acordado. Embora não haja nada assinado, parece que Rodrigo Caetano deve permanecer assim como PC Gusmão. Não se conquista nada sozinho. Parabéns para o presidente do Vasco por isso. Com a permanência de ambos, aposto em um time cruzmaltino bem forte para o próximo ano.

1 comentários: