Respeite uma nação: pergunte-me como

Publicado  quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Hoje é dia do Flamenguista. Infelizmente, não vou fazer uma elegia ao torcedor, falar do último jogo ou dos sonhos dos flamenguistas para 2011. Vou aproveitar a data para pedir respeito. Respeito a 35 milhões de torcedores. Respeito a quem tornou o Flamengo o que ele é: a torcida. E, acima de tudo, vou pedir transparência.

Recentemente surgiu na internet um blog Autodefesas Unidas do Flamengo, com a intenção de abordar os bastidores do clube. O espaço tem posts que repercutiram bastante na internet, em especial o que aborda o maior fracasso do clube no século 21: a saída de Zico do cargo de diretor-executivo. Não tem como negar quem quer que escreva naquele espaço é alguém (ou "alguéns", vai saber) com ótimo estilo e que deve saber bastante coisa da instituição. O problema é outro.

O Autodefesas Unidas do Flamengo já foi moderado e banido do blogspot uma vez e retornou em um novo endereço. Não sei se isso ocorreu por decisão judicial, mas não me importa. O que incomoda é ver um espaço falando dos bastidores do clube sem que o(s) autor(es) se identifique(m), ainda que os textos nos dêem uma idéia bem clara de qual ex-presidente apóia. É um símbolo da desunião e politicagens que fazem o campeão brasileiro brigar para não cair.

Trabalho com redes sociais há quatro anos (você pode conferir uma apresentação a respeito aqui) e sei que um dos maiores valores para começar o trabalho é a transparência. Já perdi trabalho porque disse ao cliente que ele não estava pronto para começar um trabalho assim. Não sei se o Flamengo está. Mas sei que não é com textos anônimos que vão construir o clube que a torcida quer, por mais que sejam opiniões verdadeiras.

Sou a favor que todas as alas do Flamengo tenham um blog. No ano passado, os principais candidatos criaram perfis no twitter para divulgar suas campanhas (o que melhor utilizou a ferramenta foi Plínio Serpa Pinto), mas simplesmente abandonaram depois da eleição. Seria ótimo todos os flamenguistas saberem o que pensam e o que planejam as alas políticas do clube. Mas, por favor, façam isso com respeito e transparência.

Não tentem manipular 35 milhões de apaixonados. A nação exige - e merece - respeito.

******

Originalmente escrito para o Flamengonet e readaptado para este espaço.

4 comentários: