A Alemanha que virá em 2014

Publicado  sábado, 10 de julho de 2010

A derrota faz alguns times crescerem. Há diversos casos na história e os brasileiros sabem bem qual o final que a geração que fracassou na Copa de 90 teve. O espírito dos vencedores não é forjado nos momentos felizes, mas na dor da derrota.

É quando aprendem a se superar, embora a vitória molde a personalidade e a confiança. O grande atleta é o que sabe o quanto deve vender caro a decepção da derrota e como vale pagar tudo pela alegria da vitória. A personalidade pode nascer das vitórias obtidas, mas o foco e a vontade surgem de lutar contra derrotas que não acabam.

A poderosa Alemanha tem nove jogadores que terão menos de 30 anos quando desembarcarem no Brasil. É uma geração inteira que acertou e fracassou em um dia ruim para uma geração da Espanha que joga um grande futebol. Futebol de campeão.

O Brasil perdeu a chance que a Alemanha não desperdiçou. Em 2014 terão a mesma base, entrosada e competitiva. Com a derrota nas semifinais serão um time mais experiente, com a mesma qualidade e dispostos a apagar sua eliminação e obter mais do que os dois terceiro lugares. Esta pode ser a grande inimiga para o hexa em 2014, que pode apagar nosso maior fracasso esportivo ou consolidar nossa maior vergonha. O Brasil é o único que precisa não de um nascimento, mas de um título naquele ano.

1 comentários: