Por favor, Bruno, seja inocente!

Publicado  sábado, 26 de junho de 2010


Há três anos atrás fiz uma matéria sobre um garoto que teria participado do assassinato de Tim Lopes. Ao menos, é o que o criminoso, que era do Rio de Janeiro, dizia quando foi preso em Alagoas, para onde tinha fugido por causa do aumento do número de policiais durante os Jogos Pan-Americanos na Cidade Maravilhosa.

O problema é que o nome do garoto nunca foi mencionado no inquérito. Porém, segundo o comandante responsável o jovem, que na época do assassinato era menor da idade, descrevia o episódio com riqueza de detalhes que apenas um cúmplice poderia fazer. Fiz quatro reportagens a respeito. Inclusive a cobertura da chegada do jovem ao Rio.

Na última, apurei que o garoto realmente fazia parte do bando de Elias Maluco, mas era um peixe pequeno e nada teve a ver com o brutal assassinato. Como era da quadrilha sabia da história melhor do que qualquer civil. Falou isso para ser respeitado na prisão e conseguir seus 15 minutos de fama. Conseguiu.

Rezo para que seja algo assim em relação ao goleiro Bruno, envolvido em uma suspeita de assassinato. Torço para que tudo fique bem, apesar de achar um caso bem complicado de se explicar.

Por favor, Bruno... Que você não tenha nada a ver com isso. Para o bem do esporte, do seu clube, de você e, principalmente, de uma criança inocente.

1 comentários: